Publicado por: edisonlsm | 24/07/2012

Euro 2012 – Dia 17 (Innsbruck)

Castelo na Estrada de Innsbruck para Munique

Munique, 24 de Julho de 2012, 23h04min

Como a decepção com Munique foi enorme, tiramos o dia de hoje para visitar alguma cidade próxima. Ficamos em dúvida entre Salzburgo e Innsbruck, e como a segunda possuía muitas montanhas, optamos por ela. E acertamos.

Innsbruck fica na Áustria, ao pé de uma montanha gigantesca, encravada no começo da região das Alpes, próxima ao norte da Itália e a Suíça. Fico imaginando como deve ser essa paisagem no inverno.

Pouco antes de chegar a Innsbruck, há a cidade de Hall in Tirol. Possui um grande centro medieval, com vielas estreitas encravadas em um morro. Coisa linda de se ver. E, ao fundo, sempre temos a companhia dos Alpes.

        Centro Medieval de Hall in Tirol

Fomos de Hall in Tirol até Innsbruck por uma estrada secundária, beirando a montanha. Essa estrada passada por outros três vilarejos e propicia belíssimas vistas tanto das montanhas quanto da cidade ao fundo. Recomendo.

        Alpes vistos da estrada

A cidade de Innsbruck recebe esse nome por causa do rio que banha a cidade, o rio Inn. O centro histórico é relativamente grande e a maior atração é o Golden Roof, um pedaço de um antigo prédio que em 1500 recebeu um telhado todo de ouro. A beira do rio Inn também chama a atenção graças as casas coloridas e a água azul-claro do rio.

        Margem do rio Inn e calçadões do centro

        Golden Roof, Teto da Catedral, Prédios do Centro

(Devo destacar aqui um ponto negativo sobre Innsbruck. No centro de Informações Turísticas o mapa da cidade é cobrado, 1 euro. Nunca tinha visto algo parecido. Pelo menos o mapa é excepcional e numera as atrações de uma forma que é comum as placas que você encontra na rua)

Outro lugar que merece atenção é o bairro de Hungerburg, que fica no alto de um morro e propicia uma vista maravilhosa tanto da cidade quanto das montanhas. É dele que sai o teleférico que leva até o alto da montanha, a surpreendentes 2200m de altitude (passeio esse que ficou para a próxima vez). É possível subir até o bairro de funicular ou de carro. Só que o estacionamento no mirante é absurdamente caro (6 euros).

        Cidade vista do mirante, Pista de Ski de Innsbruck, Observatório a 2200m de altura

Saímos de Innsbruck e fomos até Brenner, cidade italiana que fica na fronteira com a Áustria, para apreciar a vista e podermos dizer que fomos na Itália. Fomos pela estrada secundária, que permite uma melhor visão. Além da serra ser muito bonita, a auto-estrada que passa por ali é incrível. O conjunto de viadutos (incluindo a Europabrücke, com seus 190m de altura do chão) chama muito a atenção. Vale o passeio.

        Europabrücke e Brennerpass

Recanto

Na volta de Innsbruck para Munique, viemos, também, por uma estrada secundária. Além de ser uma estrada sinuosa que corta um lado dos Alpes, ainda propicia algumas passagens maravilhosas, como um castelo encravado no morro e um recanto que possui um rio com uma água incrivelmente azul-clara, mais até que o rio Inn.

Innsbruck foi o lugar mais bonito pelo qual passei até agora na viagem, provavelmente porque lembra e muito minha querida Suíça. Fico imaginando como deve ser essa região de Innsbruck no inverno. A paisagem deve ser pelo menos umas 10x mais linda. É um passeio imperdível!

Auf Wiedersehen!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: