Publicado por: edisonlsm | 16/07/2012

Euro 2012 – Dia 9 (Legolândia)

Legoland Billund

Copenhague, 17 de julho de 2012, 0h22min

No dia que acabou de terminar, realizei um sonho de criança. Um sonho que é comum a muitas outras crianças. Um sonho que ficou esquecido por anos.

Conheci a Legolândia.

Um parque temático onde tudo é feito de Lego, do qual ouço falar a anos. E finalmente pude conhecê-lo.

O parque localiza-se no interior da Dinamarca, na cidade de Billund, onde a história da marca começou. Há várias Legolândias espalhadas pelo mundo, seis se não me engano, mas essa é a original.

É um parque de diversões, voltado para o público infantil, com vários brinquedos para as crianças, igual outro parque. Mas o grande diferencial são os detalhes. Feitos em Lego.

Desde um pirata no topo de um barco, o brasão nas paredes do castelo medieval, o jacaré no lago, tudo feito com Lego.

                Pirata, Brasão, Jacaré. Tudo de Lego.

E a parte mais incrível do parque fica logo na entrada. Chamada de MiniLand, é uma área com várias localidades em miniatura, muito semelhante ao sensacional Minimundo de Gramado. Só que tudo feito de Lego.

O aeroporto, que fica ao lado do parque. Várias cidades da região. Construções famosas, como a Acrópole de Atenas, o Capitólio de Washington e a Estátua da Liberdade. Um centro de lançamento de foguetes da NASA. E até mesmo cenas dos filmes de Star Wars. Tudo representado ali. Em miniatura. Feito de Lego.

        

        

        

        

(a propósito, segundo uma placa que tinha ali, o capitólio foi reproduzido utilizando apenas 253,000 peças de lego. Pouco, não?)

A chuva atrapalhou um pouco, claro. Mas nada muito grave. Há vários lugares para se proteger da chuva e eles vendem capas de chuva nas lojinhas dentro do parque.

O parque conta com um hotel próprio (mas tem vários hotéis nos arredores também), e como já falei anteriormente, fica exatamente ao lado do aeroporto de Billund. É possível comprar o ingresso antecipadamente pelo site oficial, http://www.legoland.dk, imprimir e ir direto para a catraca, evitando a fila da bilheteria.

Infelizmente, só fiquei quatro horas no parque (acreditem, é pouco), pois tive que vir embora cedo, afinal, ainda tinham mais 300km de estrada até Copenhague. Mas valeu. E muito. É um lugar que com certeza merece uma visita.

Como diriam por aqui,

Farvel!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: