Publicado por: edisonlsm | 19/02/2011

DCPB – Dia 15 (Aracaju)

Orla de Atalaia

Nessa viagem passei por praticamente todas as capitais do Nordeste, à exceção de Fortaleza (que fui duas vezes uns 8~10 anos atrás) e Salvador (que fui uns 3~5 anos atrás). Por isso, posso dizer que Aracaju é a melhor capital do Nordeste!

Aracaju possui pouco mais de 550 mil habitantes de acordo com o Censo 2010, isso já faz ela se tornar uma cidade boa. Além disso, a praia principal, Atalaia, conta com uma orla simplesmente incrível. Na mesma avenida há diversos hotéis, em sua grande maioria de alto padrão, o calçadão é meiovazio porque há poucos turistas e entre a avenida e a praia há um espaço gigante onde há de tudo: restaurantes, feira de artesanato, estacionamento, quadras de esportes e até o oceanário de Aracaju. Infelizmente, a praia por ali não é muito boa por causa do Rio Sergipe que deságua no mar ali no centro da cidade, mas mesmo assim há muito o que se fazer em Atalaia.

Praia de Caueira

Como queríamos praia, pegamos o carro e fomos a procura de uma. Pegamos a beira-mar de atalaia e seguimos para o sul. Um pouco à frente ela virou a Rodovia José Sarney, que passa por mais umas 5 praias do município de Aracaju. Cruzamos o rio Vaza-Barris por uma ponte que até 2 anos atrás não existia e chegamos a praia de Caueira. Essa parece ser a mais movimentada da região, há várias casas de praias, uma orla com uma certa infraestrutura e tinham vários cartazes na estrada que diziam que “depois da ponte Caueira é o point”. Pena que a chuva atrapalhou um pouco os planos, mas a praia é muito boa para banho, a água é bem mais quente que aqui no sul.

Ponte Construtor João Alves

De tarde fomos conhecer o litoral norte e para isso é necessário atravessar o Rio Sergipe. Antigamente havia uma balsa, mas há 4 anos foi inaugurada uma ponte, muito bonita por sinal, ligando Aracaju ao município de Barra dos Coqueiros. Para se chegar até a ponte, é necessário atravessar o centro de Aracaju, e ele é bem mais bonito que o Recife. O rio tem um cheiro ruim também, mas é bem menos insuportável que na capital de Pernambuco. O que me chamou a atenção foi a altura do rio, ele estava quase batendo na avenida, algumas ondas mais fortes invadiam a pista, se ele subir meio metro alaga tudo por ali. Quase chegando na ponte, passamos por uma avenida com um córrego no meio, e ele estava a apenas 10cm da superfície! Qualquer chuva ali deve causar um belo alagamento…

Praia (?) de Atalaia Nova

Depois de cruzar a ponte, fomos conhecer a praia de Atalaia Nova, a qual eu achei que seria muito bonita, mas não era. Foi um desperdício de tempo ter ido, a praia é bem feia. Estão construindo uma orla, talvez quando terminarem passe outra impressão, mas ficará bom mesmo se removerem a favela que existe ali por perto e que em um ponto é exatamente na beira da praia, isso espanta o turista.

Não sei se é por ela ser a menos badalada (não suporto praia movimentada), ou se é porque a região de Atalaia é muito  organizada e bonita, mas a capital nordestina que mais me chama a atenção é Aracaju. Recomendo uma visita à capital sergipana, há varias companhias que fazem pacotes para lá em feriados e, quando eu fui para lá usando um pacote assim uns 4 anos atrás, tinha visitas a belíssima Mangue Seco no litoral norte e a usina hidrelétrica de Xingó no interior e no meio do sertão.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: