Publicado por: edisonlsm | 11/01/2011

Porto Alegre – Dias 4 e 5

Dia 4

Este foi o dia de conhecer Porto Alegre. Planejávamos pegar a linha Turismo, um ônibus de dois andares, para conhecer a cidade, mas quando chegamos lá já estava lotado. Então, fomos passear por nós mesmos e conhecer alguns lugares. Passamos pelo Parque da Redenção, demos uma volta pela ponte elevadiça e terminamos na Catedral.

Parque Farroupilha/da Redenção

Parque Farroupilha

Parece ser o que o Parque Bariguí é para Curitiba. O ponto de encontro de todo mundo nos domingos de sol. É um parque enorme no meio do centro da cidade. Possui um lago com pedalinhos, um mini zoológico e uma espécie de boulevard para pedestres com um arco no final, além de uma feira. Também possui várias canchas esportivas e provavelmente outras coisas que eu não vi. É um bom lugar para passar o domingo.

Espelho d’água, feira (chamada de brique da redenção) e lago do parque Farroupilha.

Ponte Elevadiça

Ponte Elevadiça

Fomos lá mais por falta de ter algo melhor pra fazer. A ponte da BR-116 sobre o Rio Guaíba é elevadiça para permitir a passagem de barcos maiores por ali. Este trecho da rodovia atravessa várias ilhas do Guaíba e uma delas é muito famosa por causa de um curta-metragem famoso de 1989, Ilha das Flores. Demos uma passada por lá, realmente é uma região muito pobre, uma favela. Mas do lado da favela tem marinas chiques onde os ricos deixam seus barcos que usam para passear pelo Guaíba. Também se tem uma bela vista de Porto Alegre ao se passar a ponte.

Porto Alegre vista da ponte, placa da Ilha das Flores e aproximando-se da ponte.

Centro Histórico 2 – Catedral

Catedral de PoA

Agora é a hora de ser justo. A parte do centro histórico próxima ao Mercado Municipal é um lixo, mas a região onde fica a Catedral e alguns prédios importantes, como o palácio do governo e a assembléia legislativa, é bem mais cuidada. As ruas são mais arborizadas, são asfaltadas (perto do mercado é pedra) e as calçadas são melhores. Vale o passeio.

Dia 5

Enchente em Brusque

Este foi apenas o dia da volta. Mas foi muito tumultuado. Quem me segue no twitter viu como foi. A viagem que deveria ter sido feita em aproximadamente oito horas demorou mais de 11. Tudo isso porque pegamos 3 engarrafamentos, 2 tempestades e fizemos um pequeno desvio na rota.

Fomos conhecer Nova Trento, onde tem um santuário enorme de Madre Paulina, mas a chuva muito forte que estava na região estragou o passeio. E ainda tivemos a excelente idéia (na verdade, eu que sugeri, mas é melhor dizer que não) de voltar por Brusque para economizar 10km, mas não contávamos que a cidade estaria um caos. Havia várias ruas alagadas e por conta disso o trânsito estava horrível. Mas o que importa é que conseguimos chegar em casa ainda de dia!

———————–

Obrigado a todos que acompanhar minha viagem aqui no blog, acabei não atualizando ontem porque cheguei em casa muito cansado e a preguiça não deixou. Na minha grande viagem em fevereiro provavelmente farei o mesmo. Obrigado pelos comentários!

Anúncios

Responses

  1. muito bonito o parque…
    a única coisa que fico ruim foi a volta né?
    mas chegaram de boa… então ta tranquilo
    🙂


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: